quarta-feira, 25 de abril de 2012

ETERNO FEMININO


Divinas damas.
Lobas líderes.
Demônios famintos.
Desejos díspares.
Perdem-se nos labirintos.
Surpreendem como caçadoras.
Estes diligentes seres.
Matam para proteger suas crias.
Abnegadas e protetoras.  
Vagueiam pelas ruas vazias.
São alquimistas admiráveis!
Transformam noites frias em quentes.
Inteligentes e notáveis.
Não cabem nos estreitos recintos.
Entregam-se aos dissimulados tintos.
Empregam esforços ingentes.
Não se atrelam aos freios.
Não resistem aos arrepios.
Entregam-se aos devaneios.
Cumprem papéis aos milhares.
Donas dos segredos dos mares.
Alimentam e acolhem em seus seios.

Nathalia Leão Garcia

Rio, 25 de abril de 2012 


ENVIO AO CÉU

             Meu querido amigo Israel!           Hoje lhe conto da emoção que reverbera no meu ser, com a leitura do Conto Olhos D´água...