quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

JANEIRO



Compus as peças e as expus a visitação.
A minha escolha reafirmo 
transformo o amor em rima.
Prosa e verso.
Verso e reverso.
Do lado avesso me despeço.
Trafego as águas cálidas 
Dessa tarde escaldante.
Deslizo pelos rios
Clandestina errante.



Nathalia Leão Garcia 


Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2014 




ENVIO AO CÉU

             Meu querido amigo Israel!           Hoje lhe conto da emoção que reverbera no meu ser, com a leitura do Conto Olhos D´água...