segunda-feira, 26 de maio de 2014

CANÇÕES E CONTRADIÇÕES


Porque não me lanço e me arremesso?
Porque me tranco e me calo?
Onde me perco e tropeço?

Quanta felicidade eu suporto?
Será que me permito beber no gargalo?
Basta ultrapassar a zona de conforto?

Vencer a covardia que me amordaça.
A ousadia me tira do ralo.
Dispo a mortalha que a minha pele disfarça.


Nathalia Leão Garcia


Rio de Janeiro, 27 de maio de 2014


ENVIO AO CÉU

             Meu querido amigo Israel!           Hoje lhe conto da emoção que reverbera no meu ser, com a leitura do Conto Olhos D´água...