sexta-feira, 29 de abril de 2016

SOU GRATA POR PARTILHAR DO PONTO DE LUZ .


Há 3 anos atrás eu agradecia pela graça de ver meu filho Giovanni trilhando novos caminhos pelas suas próprias iniciativas. Em 2013 ele estava começando à Faculdade de Publicidade na UFF. Tudo às mil maravilhas e ele este ano resolveu fazer intercâmbio em Portugal e bateu asas, voou para seu grande vôo solo, viajando e morando sozinho por um semestre inteiro no mundo! Hoje agradeço ao meu marido Alexandre Lima pela maravilhosa possibilidade de encontrar meu filho e nos aventurarmos juntos na Europa pela primeira vez! Saudades e orgulho por sua coragem e sua atitude de desbravar o exterior!
Doces sonhos realizados com muito suor, empenho e lágrimas! A vida é todo dia! O amor vence as barreiras do medo e a fé nos dá coragem pra nunca desistir! Esta é a minha mensagem para as mães e filhos para que vivam esse amor maior! Agradeço a graça de passar este dia das mães com meu filho em Barcelona!


Repasso a mensagem que há 3 anos atrás escrevi para agradecer pelo meu filho nas proximidades do dia das mães de 2013!

• "Seus filhos não são seus filhos. São os filhos e filhas da Vida desejando a si mesma. Eles vêm através de vocês mas não de vocês. E embora estejam com vocês, não lhes pertencem. Vocês podem lhes dar amor, mas não seus pensamentos, Pois eles têm seus próprios pensamentos. Vocês podem abrigar seus corpos mas não suas almas, Pois suas almas vivem na casa do amanhã, que vocês não podem visitar, nem mesmo em seus sonhos. Vocês podem lutar para ser como eles, mas não procurem torná-los iguais a vocês. Pois a vida não volta para trás, nem espera pelo passado. Vocês são o arco de onde seus filhos são lançados como flechas vivas. O arqueiro vê o alvo no caminho do infinito, e Ele curva vocês com Seu poder, para que suas flechas possam ir longe e rápido. Deixem que o seu curvar-se na mão do arqueiro seja pela alegria: Pois mesmo enquanto ama a flecha que voa, Ele também ama o arco que é firme.”- The Prophet (Nova York: Alfred A. Knopf, 1951), págs. 17-18.

Li pela primeira vez o Profeta de Khalil Gibran quando tinha em torno de 12 ou 13 anos e tornou-se meu livro conselheiro, meu companheiro inseparável! Fui uma garota muita só, com meus pensamentos e questionamentos infindáveis. Eu partilhei este ponto de luz num momento muito especial da minha vida em que estou vivendo na pele, o meu único filho Giovanni que fez 18 anos em 19 de fevereiro, acaba de ingressar na Universidade, passou em 1o. lugar no ENEM para Publicidade no UFF. Acompanho maravilhada e orgulhosa a conquista de espaços do meu filho. Sinto que o criei para o mundo, ele tem capacidade de se desembaraçar, buscar seu caminho e está radiante! Sinto-me abençoada por esta imensa graça de ver meu filho bem equipado para alcançar seus objetivos e ser feliz! Sinto-me feliz como só uma mãe pode ser com a generosidade de entregar seu filho ao mundo para que alce voos de liberdade, alcance distâncias e possa comemorar a vida na sua expressão mais pura! Nascemos para sermos felizes! Sinto-me orgulhosa e grata por ter ajudado meu filho a aprender a decidir e a se lançar nesta aventura de busca de seus significados. A diferenciação e o crescimento pressupõem não a ausência de vínculos, falta de afeto e distanciamento, mas antes, a afirmação do amor maior, precisamos respeitar as escolhas de nossos filhos e apoiá-los para que sigam na estrada das descobertas com confiança. Divido isto com outras mães e filhos principalmente nesta época que se aproxima da comemoração do dia das mães! Beijos!

Nathalia Leão Garcia 

Rio, 29 de abril de 2016.


ENVIO AO CÉU

             Meu querido amigo Israel!           Hoje lhe conto da emoção que reverbera no meu ser, com a leitura do Conto Olhos D´água...